Novo empréstimo pode ser a saída para zerar dívidas!

InícioEducação Financeira e PrevidenciáriaNotíciasNovo empréstimo pode ser a saída para zerar dívidas!
Pessoa segura nas mãos várias notas de 50 e 100 reais
Fonte: Economia dia a dia
 
Por algum imprevisto, falha no planejamento mensal ou mesmo descontrole financeiro, de repente você se viu sem condições de pagar uma dívida que estava vencendo. Um mês se passou, passaram-se dois meses, três e os juros, aumentando ainda mais aquela conta vencida, tornaram a situação ainda mais  difícil e complicada.
 
Na realidade econômica de hoje, você sabe, os juros do cheque especial e do cartão de crédito estão altíssimos e até mesmo uma pequena dívida vencida, depois de alguns meses, se multiplica assustadoramente, fazendo um rombo gigantesco em seu orçamento.
 
De um modo geral, ninguém está livre de uma situação como essa e, se esse é seu caso, não se apavore. Em primeiro lugar,veja o que você consegue fazer para resolver pelo menos uma parte dessa situação com seus próprios recursos. Mesmo que seja pouco, é melhor do que nada!
 
Feito isto, considere: pegar um empréstimo é uma saída inteligente para resolver o problema? Se a resposta a esta pergunta for sim, vamos adiante!
 
Saiba qual é o total de sua dívida
Muitas vezes, além da dívida maior, existem outras que, mesmo sendo de menor valor, quando somadas à principal, mostram que o valor a pagar é bem mais alto do que se imaginava. Por isso, para buscar a melhor solução financeira para o problema, você deve conhecer o total de sua dívida, para, então, saber de quanto você precisa para se livrar deste problema.
 
No caso de parcelamentos e financiamentos, é importante levar em conta o número de prestações que ainda falta pagar, pois esta informação colabora para que você negocie o “empréstimo salvador” por um prazo mais longo, de prestações menores do que a dívida atual.
 
Busque a melhor opção
O mercado financeiro possui várias opções de crédito, mas se a escolha for inadequada, você estará trocando o alívio do problema atual pelo o sufoco de um problema maior, no futuro. Por isso, antes de qualquer coisa, avalie tudo; do valor obtido aos prazos, juros e multas.
 
Algumas categorias profissionais têm entidades e associações que oferecem empréstimos em condições muito mais em conta do que o mercado. Como os institutos de previdência complementar, conhecidos como fundos de pensão, e as cooperativas de crédito.
 
Leve em conta o calendário
Ao analisar a possibilidade do novo empréstimo, suas cláusulas, exigências e condições, leve em conta algumas situações e fatores que, se não forem observados previamente, podem trazer dificuldades logo logo que você se livrar do problema atual. Como por exemplo quanto você deve prevenir, em seu salário mensal, para gastos imprevistos (consertos, manutenções, aumentos e reajustes de contas etc) e despesas sazonais, como impostos, seguros e outros.
 
Um ponto a favor de seu bolso podem ser a restituição do Imposto de Renda, adiantamento do 13o salário, aumento de salário, abonos e outros ganhos.
 
Quando todos estes fatores são previstos e o empréstimo é contratado racionalmente, levando em conta tanto a necessidade do crédito quanto a capacidade presente e futura de pagamento, sem dúvida você encontrou uma boa solução imediata para colocar em dia sua vida financeira, sabendo que tem condições de, nos próximos meses, saldar pontualmente este novo compromisso.