12 dicas para economizar no Natal

Cofre de porquinho com lâmpadas de Natal acesas
Fonte: Guia de Bolso
 
 
Natal é época de confraternização, de reunir a família e os amigos para festejar. Além disso, no Brasil, a data representa também o maior evento de consumo do ano. Muita gente, vê no 13° salário a chance de gastar um pouco mais para incrementar a ceia familiar ou oferecer aquele presente especial. Mas os especialistas alertam que não é saudável financeiramente gastar todo o 13° com a ceia e os presentes.
 
Segundo o presidente do Instituto DSOP de Educação Financeira, Reinaldo Domingos, nesta época, muitas famílias costumam gastar até 40% da renda em excessos que poderiam ser repensados e cortados. Para economizar, o ideal, de acordo com Domingos, é, antes de tudo ter uma planilha financeira atualizada de seus ganhos e gastos. E além disso, fazer as contas de todas as despesas do mês seguinte antes de planejar as compras. Assim, é possível calcular o quanto sobra para as contas de fim de ano.
 
Após descobrir o quanto você pode gastar, veja estas dicas práticas para gastar menos neste Natal.
 
Como economizar na ceia:
 
1 – Liste o que vai comprar.
Levando em conta o número de convidados/familiares que participarão da ceia, planeje o(s) prato(s) que irá cozinhar e faça uma lista de todos os ingredientes que precisa comprar (se possível, especifique também uma média de preços para ter noção do seu gasto total). Indo ao supermercado com a lista em mãos, fica mais fácil resistir às tentações e promoções da época.
 
2 – Substitua ingredientes e pratos.
Ao planejar a ceia, seja criativo. Você pode, por exemplo, trocar o tradicional peru por um pernil suíno ou, o bacalhau, por um filé de merluza. Analise a quantidade e o valor dos ingredientes incluídos em cada prato para decidir o melhor cardápio (assim, você pode optar, por exemplo, por uma maionese de batatas no lugar de um salpicão, que exigiria mais ingredientes, etc).
 
3 – Prefira frutas nacionais da estação.
Com a alta do dólar, fique bem atento ao preço de frutas e castanhas importadas. Frutas nacionais da estação são mais baratas e podem agradar todo tipo de paladar.
 
 
Como economizar nos presentes:
 
4 – Liste os presenteáveis.
Comece fazendo uma lista com os nomes das pessoas que você pretende presentear. Em seguida, estabeleça uma hierarquia entre elas: quais são as mais próximas, aquelas cujos presentes costumam ser de maior valor? Em geral, se a pessoa não for muito íntima, uma lembrancinha pode bastar.
 
5 – Estabeleça um valor máximo para os presentes.
Com seu orçamento em mente e a lista de pessoas a presentear nas mãos, estabeleça um valor total para os presentes. E, a partir daí, um valor máximo para o maior presente e um valor aproximado para os demais. O ideal é que você já saia de casa tendo uma boa ideia do que vai dar a cada um e das lojas onde encontrar (assim, ainda economiza combustível ou transporte).
 
6 – Pesquise em centros comerciais alternativos.
Além dos tradicionais shoppings centers, outros tipos de centros comerciais também podem reunir boas ofertas e presentes alternativos para a data. Você pode visitar, por exemplo, feiras de artesanato, bazares ou mercados de Natal. Mas tenha em mãos sua lista de presentes para não se empolgar e gastar além do que precisa.
 
7 – Deixe algumas compras para janeiro.
Após a época de festas, as lojas costumam fazer queimas e saldões para liquidar o estoque. Então, deixe as compras pessoais para janeiro. E se preciso, negocie também adiar os presentes para quando o preço estiver melhor.
 
 
Dicas gerais:
 
8 – Pesquise bem antes de comprar.
Tanto no caso da ceia como para os presentes, é preciso pesquisar bem os preços e as alternativas antes de comprar. Seja em encartes e anúncios de supermercados, em folhetos promocionais ou pela internet, não deixe de comparar bem os produtos, os preços e as promoções antes de sair de casa. Assim, você pode planejar antes o que e onde vai comprar e até traçar uma rota mais curta entre as lojas para economizar também no combustível.
 
9 – Não deixe as compras para a última hora.
Evite o aumento de preços que costuma acontecer na véspera das festas. Em alguns locais, a variedade da oferta de produtos também diminui na última hora. E em geral, as filas aumentam muito. Se quer economizar, tanto na ceia quanto nos presentes, planeje-se e faça as compras com antecedência.
 
10 – Não faça compras com pressa.
Nas compras da ceia, é preciso algum tempo para comparar o preço dos alimentos e verificar a validade dos produtos. Nas compras de presentes, é preciso tempo para verificar a qualidade dos produtos e negociar bons descontos. Indo às compras com tempo, você pode fazer melhores escolhas.
 
11 – Não leve as crianças junto.
Em alguns casos, levar as crianças às compras pode até ser uma boa aula de economia. Mas, na época de festas, costumam haver muitos estímulos e a criança pode acabar incentivando você a fazer gastos extras.
 
12 – Use um cartão de crédito inteligente.
Uma boa dica para administrar melhor seu orçamento é contar com um cartão de crédito com limite inteligente: um para compras de parcela única (aquelas de valor menor) e outro limite para compras parceladas, assim fica mais fácil se organizar sem comprometer todo seu crédito com compras de valor elevado.